Página Inicial   |   Expediente   |   Anuncie   |   Fale Conosco
Busca:  
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Mato Grosso   |   Brasil   |   Mundo   |   Executivo   |   Legislativo   |   Judiciário   |   Geral   |   Cidades   |   Concursos   |   Eventos&Negócios   |   Caldeirão Jurídico   |   Aeroportos   |   Meteorologia   |   Malagueta   |   Vídeos
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
OPERAÇÃO PATMOS
1ª Turma do STF mantém prisão de Andrea Neves
13/06/17 - 15:00
Por: Jô Navarro

Ministro do supremo Tribunal Federal Luiz Fux
Foto de Reprodução/TV Justiça

Coube ao ministro Luis Fux o voto de minerva que manteve a prisão preventiva de Andrea Neves, irmã de Aécio Neves, presa na operação Patmos.  O colegiado julgou um recurso apresentado pela defesa de Andrea.

O relator do pedido de liberdade, ministro Marco Aurélio, votou favorável à liberdade de Andrea Neves. Foi acompanhado apenas por Alexandre de Moraes.

Votaram pela manutenção da prisão os ministros Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux.

Por três votos a dois a 1ª Turma considerou que há chance de, em liberdade, Andrea Neves interferir na investigação e voltar a cometer crimes. 

Andrea foi presa no mês passado, em Belo Horizonte, por determinação do ministro Edson Fachin, na operação da Polícia Federal deflagrada a partir das delações da JBS.

Na investigação que foi aberta no STF, a irmã do senador é acusada de intermediar o pagamento de R$ 2 milhões pelo empresário Joesley Batista, dono da empresa JBS. Em depoimento de delação, o empresário também afirmou que Andrea teria solicitado R$ 40 milhões para a compra de um apartamento.

Compartilhe! 
Comentários
ATENÇÃO! Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do CALDEIRÃO POLÍTICO. Evite comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, os comentários serão moderados. O CALDEIRÃO POLÍTICO poderá retirar, sem prévia notificação ou aviso, comentários postados que não respeitem estes critérios.

Reforma trabalhista deve ser votada na CCJ dia 28 de junho

Ana Amélia questiona ministro Fachin sobre retirada de investigações da alçada do juiz Moro

PF prende 15 policiais rodoviários suspeitos de cobrar propina e favorecer comerciantes

Maioria dos ministros valida delação da JBS e mantém Fachin relator

Juiz torna Riva e Mauro Savi réus em mais uma ação de improbidade

VALTENIR VIROU SACO DE PANCADA

Informatização das unidades de saúde melhora atendimento e gestão da farmácia

 
Início   |   Expediente   |   Envie sua sugestão   |   Fale Conosco
Todos os Direitos Reservados para o Caldeirão Político
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil