Página Inicial   |   Expediente   |   Anuncie   |   Fale Conosco
Busca:  
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Mato Grosso   |   Brasil   |   Mundo   |   Executivo   |   Legislativo   |   Judiciário   |   Geral   |   Cidades   |   Concursos   |   Eventos&Negócios   |   Caldeirão Jurídico   |   Aeroportos   |   Meteorologia   |   Malagueta   |   Vídeos
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
CABRAL É CONDENADO
Moro condena Cabral a mais de 14 anos de prisão
13/06/17 - 11:20
Por: Redação

Foto de Reprodução

O juiz Sérgio Moro condenou o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, em uma ação da Lava Jato no Paraná, a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Cabral poderá recorrer, mas deve responder preso, de acordo com a sentença.

A decisão foi publicada no sistema eletrônico da Justiça Federal nesta terça-feira (13).

Na mesma ação foram absolvidas por falta de provas a esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, e Mônica Carvalho, esposa de Wilson Carvalho.

Carlos Emanuel de Carvalho Miranda - sócio do ex-governador Sérgio Cabral - foi condenado por corrupção passiva e quatro crimes de lavagem de dinheiro a 12 anos de reclusão.

Wilson Carlos Cordeiro de Silva Carvalho - secretário do governo do Rio de Janeiro durante a gestão de Cabral - foi condenado a dez anos e oito meses de reclusão por corrupção passiva e dois crimes de lavagem de dinheiro.

Compartilhe! 
Comentários
ATENÇÃO! Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do CALDEIRÃO POLÍTICO. Evite comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, os comentários serão moderados. O CALDEIRÃO POLÍTICO poderá retirar, sem prévia notificação ou aviso, comentários postados que não respeitem estes critérios.

Reforma trabalhista deve ser votada na CCJ dia 28 de junho

Ana Amélia questiona ministro Fachin sobre retirada de investigações da alçada do juiz Moro

PF prende 15 policiais rodoviários suspeitos de cobrar propina e favorecer comerciantes

Maioria dos ministros valida delação da JBS e mantém Fachin relator

Juiz torna Riva e Mauro Savi réus em mais uma ação de improbidade

VALTENIR VIROU SACO DE PANCADA

Informatização das unidades de saúde melhora atendimento e gestão da farmácia

 
Início   |   Expediente   |   Envie sua sugestão   |   Fale Conosco
Todos os Direitos Reservados para o Caldeirão Político
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil