Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

Cidades

Sexta-Feira, 13 de Outubro de 2017, 07h:23

CÁCERES

Hospital Regional de Cáceres está sob nova direção

Redação

Divulgação

O Hospital Regional de Cáceres (HRC), referência para 24 municípios da região Oeste, está sob nova administração desde o dia 1º de outubro. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) assumiu a gestão depois que os prefeitos da região desistiram de assumi-la por meio do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Oeste (CISOMT).

O HRC atende em média 400 mil pessoas, inclusive moradores de San Matias e San Ignácio de Velasco, na Bolívia. A medida foi adotada com base no Decreto Emergencial 1.073/2017.

O secretário de Estado de Saúde, Luiz Soares, esteve em Cáceres e apresentou os novos diretores nomeados pelo Governo do Estado: Onair Nogueira, diretor administrativo com 20 anos de experiência em gestão hospitalar, e o diretor técnico Hernandes Silva Coutinho, médico ortopedista e servidor aposentado da SES/MT, que já exerceu o cargo de diretor por oito anos no Hospital Geral Universitário em Cuiabá.

O Hospital tem 253 servidores concursados e mais os trabalhadores que eram contratados pela OSS Associação Congregação Santa Catarina, que deixou a gestão em 30 de setembro. Com relação aos contratados, o secretário Luiz Soares informou que 90% deverão ser aproveitados mediante contrato de 45 dias, período que poderá ser prorrogado por mais 45 dias, seguindo a legislação trabalhista, até a realização de um processo seletivo sob o regime estatutário. Essa recontratação já foi inclusive realizada, ressaltou o diretor administrativo Onair Nogueira.

A direção informou que os serviços hospitalares foram mantidos, incluindo as cirurgias de câncer. No período de 1º a 10 de outubro foram realizadas 23 cirurgias oncológicas. “Essa equipe dirigente, mais o conjunto de trabalhadores, garantirão a sequência dos serviços e vão procurar melhorar ainda mais o atendimento à população”, destacou Luiz Soares.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO